.

.

quarta-feira, 6 de julho de 2016

José da Penha/RN: Prefeito Antônio Dólar destaca pontos positivos de sua gestão e diz que não teme julgamento popular nas urnas.

quarta-feira, 6 de julho de 2016 - by Tenente Noticias 0

 
Após noticiarmos alguns fatos relativos ao cenário político do município de José da Penha, democraticamente, abrimos espaço em nossa página virtual para que o atual prefeito Antônio Lisboa de Oliveira (Antônio Dólar), acompanhado do vice-prefeito Hélio Trajano e o assessor de comunicação Júnior Fontes, pudesse falar sobre diversos assuntos, principalmente, os de ordem administrativa e política.

Pré-candidato à reeleição nas eleições de outubro, Antônio Dólar (PSD) demonstrou confiança no que se refere à possibilidade de entrar na disputa eleitoral, inclusive afirmando que não teme o julgamento popular nas urnas, segundo ele, em virtude de estar consciente de ter desenvolvido um trabalho à frente da prefeitura enfocando a eficiência na realização dos servições públicos e o atendimento qualificado à população. 
"Quando um gestor tem a consciência tranquila por saber que fez o seu máximo em prol do melhoramento do serviço público e do bem estar das pessoas, não existem temores quanto ao futuro. Pelo contrário, me sinto contente por ter ajudado aos meus munícipes, mas sei que ainda precisamos fazer mais pela cidade. Minha vontade é de continuar trabalhando incansavelmente pelo povo", destacou.
Questionado sobre como faria uma autoavaliação de seu primeiro mandato, o gestor josé-penhense disse que enfrentou algumas dificuldades no início, porém, salientou que a experiência adquirida com as gestões passadas tornou-lhe um gestor mais aberto e centrado nos anseios da população.
"No início confesso que tive algumas dificuldades, pois as teorias entravam em conflito com a prática muitas vezes. Aprendi muito com as gestões passadas, vindas do meu irmão Jorge Dólar (in memoriam) e do meu sobrinho Abel Kaio. Com o passar do tempo, estando na condição de prefeito de José da Penha, tendo ao meu lado esse vice companheiro, Hélio Trajano, que sempre esteve comigo, meu braço direito, companheiro, um amigo... fui me aprimorando e passei a ser um gestor participativo, servidor e acima de tudo centrado em fazer o bem à nossa população. Ao decorrer desses mandatos, observei que relacionamentos acontecem entre indivíduos que carregam sua história de vida, experiências, valores e pontos de vista que, na maioria das vezes, são totalmente distintos entre si, desta forma, fazendo-se necessário fomentar o respeito pelo povo da nossa cidade", pontuou. 
Em seguida, indaguei Antônio Dólar sobre os principais desafios que encarou à frente do Executivo josé-penhense nos últimos três anos e seis meses. Enfaticamente, ele asseverou que, apesar das desconfianças iniciais, superou tudo com muita dedicação ao trabalho e transparência nos assuntos administrativos.
"Devo dizer-lhe que como gestor eu fui observando o que as pessoas esperavam de mim, inclusive, os críticos que só procuram enxergar o lado negativo das coisas. No entanto, eu vi que me notavam de maneira diferente, e, aos poucos, fui incorporando e me adaptando a essa nova realidade. E certamente, no meu caso, como eu era "marinheiro de primeira viagem", foi através da minha fé em Deus que as coisas foram acontecendo de maneira positiva, embora com muitas dificuldades é bem verdade, mas fizemos e faremos ainda mais o melhor que estiver ao ao nosso alcance em favor do nosso povo", assegurou.
Por último, ao ser perguntado sobre como estaria reagindo ante as críticas ferrenhas dos oposicionistas contra a sua gestão, e as fortes investidas para tentar conquistar o poder, aparentando uma tranquilidade impressionante, Antônio Dólar limitou-se a dizer que respeita a diversidade política dentro do jogo democrático, mas ignorou o impacto da atuação dos oposicionistas no sentido de desqualificar os atos de sua administração.
"Os ataques sempre existirão na política e, mesmo não concordando com esse estilo de fazer política, até entendo que queiram utilizar-se desses mecanismos. Mas se a oposição quer fazer esse papel eu respeito, pois é a filosofia escolhida por eles. A diversidade deve ser vista com bons olhos e é ela que faz a humanidade progredir e evoluir em todos os sentidos. Viva a democracia! É importante lembrar a resiliência que devemos ter como gestor. Enquanto eles atacam, nós vamos trabalhando e fazendo uma José da Penha melhor", enfatizou. 


*Política Pauferrense

Tags:
Tenente Noticias

Seu Portal de Noticias! ..

0 comentários:

.

.
© 2013 Tenente Noticias. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9